Bichectomia: a busca de um rosto perfeito. Conheça a técnica que transformou diversas famosas e saiba como cuidar após a operação.

Atualmente, um novo procedimento vem ganhando cada vez mais espaço na Odontologia. Agora, o sonho de um rosto harmônico, com contorno definidos e maçãs ressaltadas está muito próximo de se tornar realidade para homens e mulheres. A bichectomia, ou Remoção do corpo Adiposo das Bochechas, consiste na remoção parcial ou total das “Bolas de Bichat”, estruturas gordurosas presentes na face, na região das bochechas. É importante salientar que o volume destas estruturas não é necessariamente relacionado ao peso do corpo, e por isso que muitos indivíduos que se encontram dentro de seu peso ideal podem ter um rosto mais volumoso, comprometendo, assim, sua estética facial. Nesse sentido, a bichectomia surge justamente para redefinir o contorno facial, conferindo ao rosto um formato mais harmônico, tornando-o mais fino e definindo as “maçãs” do rosto. O procedimento é mais indicado para ambos os sexos.

Sobre a técnica:
A técnica cirúrgica consolidada mundialmente no meio cientifico, descrita em 1980, ainda é novidade no Brasil. Por ser um procedimento cirúrgico relativamente simples, não é necessária a internação do paciente, podendo ser realizada tranquilamente no próprio consultório do cirurgião dentista. A cirurgia é feita com anestesia local, sem necessidade de sedação. São realizadas duas incisões, em torno de 2 cm cada, por dentro da boca, e o procedimento dura em torno de 40 minutos.

Qual a faixa etária ideal para realização da bichectomia?
Não existe uma faixa etária ideal para a realização da bichectomia. O procedimento pode ser realizado após os 18 anos, momento em que o crescimento facial já está totalmente consolidado. Além disso, é indicado para todos aqueles pacientes que estão insatisfeitos com a sua estética facial, não havendo, portanto, um limite da idade para a realização do procedimento.

Riscos do procedimento:
Torna-se importante salientar que as Bolas de Bichat são circundadas por algumas estruturas anatômicas bastante nobres, de extrema importância. Artéria facial, nervo facial e glândula parótida são estruturas que guardam uma grande proximidade das Bolas de Bichat, e portanto, este procedimento somente poderá ser realizado por profissionais extremamente capacitados e que tenham um pleno domínio da anatomia da região.

Cuidados pré e pós-operatórios:
Assim como qualquer cirurgia, a bichectomia exige avaliação e exames prévios. O paciente candidato ao procedimento deve gozar de boa saúde e um bom quadro sistêmico, além de não ser portador de discrasias sanguíneas que impeçam a realização deste procedimento. Os cuidados pós-operatórios são semelhantes aos exigidos após a extração de um dente. Dentre estes cuidados estão: evitar esforços físicos e aproximação do sol, fazer uma dieta liquida e fria nos primeiros dias após a cirurgia e seguir rigorosamente a medicação prescrita pelo cirurgião dentista. Em geral, os pacientes costumam retornar as suas atividades rotineiras em poucos dias.

A bichectomia no mundo das celebridades:
Diversas celebridades internacionais já realizaram o procedimento, dentre elas, Megan Fox, Kim Kardashian, Jennifer Aniston, Angelina Jolie, Jennifer Lopez e Madonna.

Dra. Paula Carolina Pereira Costa – CROSP 88.383
Graduada pela UNESP- Araçatuba, 2006
Especialista em Ortodontia pelo grupo NEO (Núcleo de Estudos Odontológicos),2013